Otimismo irritante…

José Rodrigues

Otimismo irritante…

A Fitch manteve o ‘rating’ de Portugal no nível ‘lixo’.
  • 0
  • 0
Por José Rodrigues|06.02.17
  • partilhe
  • 0
  • 0
A Fitch manteve o ‘rating’ de Portugal no nível ‘lixo’ e, não obstante reconhecer que os riscos macroeconómicos diminuíram, nota que o País continua com problemas sérios e extremamente vulnerável aos desenvolvimentos externos. O Governo deu a conhecer a sua satisfação com a notícia, no que foi acompanhado pelo Presidente da República. Ora aqui está um caso que poderia considerar-se, para usar uma expressão do próprio Chefe de Estado, de otimismo irritante…

Pode argumentar-se que o nível BB+ é o patamar superior do ‘lixo’, que a situação poderia ser pior, etc., mas acontece que ‘lixo’ é ‘lixo’, e nunca nos passaria pela cabeça que a manutenção do País em tal nível fosse algo de enaltecer. A reação do Governo não espanta, mas já surpreende que o Presidente elogie o facto, e sem a nota de prudência que a situação aconselharia.

Se é certo que, como o próprio notou, "o Governo puxa pelos aspetos positivos e a oposição puxa pelos aspetos negativos", então o Presidente deve assumir uma posição de fiel da balança, fiável e equilibrada. O País não precisa nem do otimismo exagerado do Governo nem do pessimismo exagerado da oposição; precisa, simplesmente, de realismo.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)