Sub-categorias

Notícia

No carrinho de mão

Leonardo Ralha

No carrinho de mão

Aquilo que à primeira vista parece grotesco arrisca-se a tornar-se belo, ainda que absurdo, se olharmos mais de perto.
  • 0
  • 3
Por Leonardo Ralha|21.04.17
  • partilhe
  • 3
  • 0
Aquilo que à primeira vista parece grotesco arrisca-se a tornar-se belo, ainda que absurdo, se olharmos mais de perto. Assim sucede com a imagem de Florindo Grilo a transportar a companheira, Amália Marques, num carrinho de mão, para a septuagenária levantar a reforma em Elvas.

Para Florindo, que de há uns anos para cá divide um casebre junto à cidade com Amália, foi a única maneira de levar quem já não pode ir pelos seus pés. Doentes, pobres e isolados, expuseram a doença e a pobreza ao trocarem o isolamento para fazerem o insólito trajeto através da cidade, onde havia dinheiro para receber e remédios para comprar.

Como seria de esperar, os elvenses ficaram chocados ao verem uma senhora de 76 anos no carrinho de mão. Alguns dispuseram-se a ajudar, outros alertaram as autoridades, e toda a atenção que receberam levou a que a septuagenária fosse internada no hospital.

Mais envelhecido do que os seus 59 anos, Florindo só não está sozinho no monte por ter cães com ar triste e galinhas que põem ovos. Quando Amália puder voltar existe a promessa da Câmara de Elvas é de que terão transporte condigno. Juntos para o pior, mas não para o carrinho de mão.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)