O mundo já não será como 'antes'

Mafalda de Avelar

O mundo já não será como 'antes'

Dois factos marcaram a semana: ‘Obama em Cuba’ e ‘Bruxelas no centro’, da Europa e do Terrorismo, que continua a escrever-se com letra grande no Mundo.
  • 0
  • 0
Por Mafalda de Avelar|28.03.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
O mundo já não será como 'antes'

1. Os dias de Obama em Cuba

Começou uma nova ‘wave’ (onda) de relações_político-económicas_no Mundo._Porquê?_Porque_Cuba_(já) ‘fala’ com os EUA. Barack Obama iniciou uma visita histórica de três dias a Cuba. Em 88 anos foi o primeiro presidente americano em solo cubano. Um passo decisivo para a reaproximação dos dois países. Uma mudança histórica no estudo das Relações Internacionais – e que tem enorme simbolismo e iguais consequências em termos de geoestratégia.  

2. Passos de aproximação

O primeiro sinal foi dado em 2013, no funeral de Mandela. Obama e Raúl Castro apertaram as mãos. Em 2014, Obama restaurou as relações diplomáticas . Em 2015, a bandeira cubana foi hasteada em Washington Dc. Passados 30 dias foi hasteada a bandeira norte-americana na embaixada dos EUA em Havana.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)