Mistério Seguro

Manuel Catarino

Mistério Seguro

Tudo, aparentemente, joga a favor do maior partido da oposição: austeridade, desemprego, futuro incerto – mas nem assim o PS consegue descolar nas sondagens. O avanço é ligeiro.
20.03.14

Motim no bairro

Tanta demora dá aos criminosos um sentimento de impunidade e provoca insegurança.
18.03.14

Senhor dos Passos

A pedido da troika, que quer um "consenso alargado" para o que aí vem, o primeiro-ministro chamou o líder do PS – e António José Seguro lá foi, ontem à tarde, como um penitente em tempo de Quaresma, a arrastar a cruz de um partido sem voz, sem ideias, sem alternativas.

pub

13.03.14

As vítimas não contam

A doutrina em uso dá todas as garantias aos arguidos – em prejuízo dos direitos das vítimas.
06.03.14

Debaixo de escuta

As escutas telefónicas constituem o mais eficaz instrumento judicial de obtenção de prova.
27.02.14

Corrupção sem lei

Encolhemos os ombros, resignados, com a tímida resposta da Justiça à grande corrupção.
25.02.14

Os afetos de Marcelo

Quando soube que Marcelo Rebelo de Sousa, mal desembarcou do avião que o trouxe da Madeira, resolveu aparecerde surpresa no congresso do PSD num incontrolável gesto de afeto – corri para o ouvir em direto na CMTV.
20.02.14

Cadeias lotadas

Nunca as penitenciárias portuguesas albergaram tantos hóspedes: são cerca de 14 mil – um recorde absoluto.
18.02.14

Memória de Capucho

António Capucho passou metade dos 40 anos de vida política em cargos no PSD – experiência suficiente para não ser ingénuo.
13.02.14

Memória futura

As duas crianças vítimas do padre da Golegã ainda não foram ouvidas para ‘memória futura'.
11.02.14

Mirós para quê?

É próprio de uma certa elite o desprezo pelo País – a "piolheira", como dizia o senhor D. Carlos, onde tudo é mau.
06.02.14

A prova do crime

O que é suficiente para convencer quem acusa pode não chegar para quem julga.
04.02.14

Os homens da mala

A corrupção em que vivem certos Estados – como a Guiné Equatorial – fez nascer uma nova classe de especialistas: advogados, embaixadores, ex-ministros e ex-banqueiros desenvolvem um lucrativo negócio de lavagem de dinheiro.

pub

Todos os colunistas CM