Pecados mortais

Mário Nogueira

Pecados mortais

O atual governo completa amanhã um ano de mandato. Se há imagem que marca esta governação é o desemprego: em um ano, a taxa cresceu cerca de 20%; nos professores, aumentou entre os 60% (no ensino básico) e os 137% (no secundário e superior).
  • 0
  • 0
Por Mário Nogueira|20.06.12
  • partilhe
  • 0
  • 0
Pecados mortais

Depois de amanhã, os professores, como a generalidade dos funcionários públicos, não recebem o subsídio de férias a que têm direito. Há um ano, Passos Coelho afirmava que era disparate afirmar que o PSD pretendia cortar os subsídios aos portugueses; um ano depois, cortou o primeiro. É outra imagem desta governação: a mentira.

Em setembro, diversas medidas impostas pelo governo irão dificultar ainda mais o funcionamento das escolas. Mega--agrupamentos, revisão curricular, mais alunos nas turmas. Esta é uma terceira imagem que marca este mau ano: o ataque aos serviços públicos.

São três pecados mortais que se o castigo divino não punir, o dos terrenos deverá ser exemplar. Aos portugueses competirá decidir a penitência!

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)