Tendências de outros tempos

Miguel Azevedo

Tendências de outros tempos

Ele é um daqueles que assistiram à ascensão e queda do mercado e da indústria da música.
  • 0
  • 0
Por Miguel Azevedo|18.03.17
  • partilhe
  • 0
  • 0
Crise... Ele é um daqueles que assistiram à ascensão e queda do mercado e da indústria da música. Esteve fora dela, enquanto cantor e autor, e dentro dela, enquanto empresário da música. Viveu os tempos das vacas gordas, quando o negócio fonográfico dava para todos, e assistiu à sua inevitável reestruturação. Passou pela Polygram, pela BMG e pela Universal e viu de perto o definhar da indústria: as rescisões, as fusões e as implosões de um negócio que já deu muitos milhões. "Tive discos com os quais cheguei a vender mais de meio milhão de cópias", lembra Tozé Brito, que também foi obrigado a deixar a indústria. O novo disco que irá lançar no final do mês é, por isso, um ato de carolice. Ele sabe-o, assume-o, mas vai em frente. "Esta será provavelmente a última vez que gravo um disco. Já não vale a pena. Ninguém compra. Nem é preciso fazer mais do que duas mil cópias. É só para os amigos, fãs e admiradores", desabafa. O álbum deverá servir, aliás, como bilhete de acesso para os espetáculos no final do ano, em Lisboa e no Porto. Sinais de outros tempos.

Ajuda... Numa época em que o negócio dos festivais de música já movimenta milhões com alguns eventos a disporem mesmo de budgets acima dos 5 milhões para a contratação de artistas, há outros, bem mais pequenos, que têm de se ficar e de se contentar com uns modestos seis mil euros de orçamento. É o caso dos promotores do Festival A Porta, em Leiria (a realizar entre 30 de maio e 4 de junho), que desde o passado dia 9 estão a pedir ajuda através da plataforma Crowdfunding, para angariar parte desse valor. O grupo de promotores, que até tem o nome curioso de Meia Dúzia e Meia de Gatos Pingados, precisa de reunir… 2850 euros.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)