Uma luz no escuro

Miguel Azevedo

Uma luz no escuro

A notícia da morte do Zé apertou-me o coração e fez-me o estômago subir à boca.
  • 0
  • 0
Por Miguel Azevedo|09.12.17
  • partilhe
  • 0
  • 0
Saudade. Conheci o Zé Pedro em meados dos anos 90. Acabado de chegar à profissão, coube-me a tarefa de ir para a estrada com os Xutos por um período de 48 horas com destino principal à Queima de Coimbra. Parecia mentira: eu, um puto ainda aspirante a jornalista, enfiado numa carrinha com alguns dos meus ídolos da adolescência!

O ponto de encontro foi na avenida de Roma, no centro de Lisboa, por volta das oito da manhã. O Zé estava à minha espera e dali partimos para uma viagem que em parte mudou o curso da minha vida. Conheci de perto João Cabeleira, afinal um falso tímido que tem sempre uma piada para dizer; fiz amizade com Kalú, uma espécie de ‘bate-chapas’ do grupo sempre pronto para resolver qualquer problema; privei com Tim, o senhor engenheiro sem peneiras que apanhámos em Santarém para tomar o pequeno-almoço (um copo de vinho e uma sandes de carne assada reforçada pelas nove da manhã), conheci o imparável Gui e enamorei-me por Zé Pedro, o homem que, à sua maneira, nada temia, ciente de que se a vida é sempre a perder, então não havia outra solução senão enfrentá-la com um sorriso na cara. Por aquela altura, ainda sonhava eu em vir a ser guitarrista, mas depois de ver o Zé a tocar de perto, tive a certeza que nunca teria dedinhos para aquilo e decidi seguir pela via do jornalismo e crítica musical (era o mais perto que alguma vez poderia vir a estar dele). Disse-lho uma vez, ele riu-se e respondeu-me: "Podes ser as duas coisas. Não desistas da guitarra".

A notícia da morte do Zé apertou-me o coração e fez-me o estômago subir à boca. Tinha partido um dos grandes amores da minha vida. É provável que daqui para a frente, por várias vezes, a vida pareça que jamais se endireita. Ele descansará eterno, a nós resta-nos romper a saudade, lembrando-o sempre que se aviste uma luz no escuro, uma onda ou uma maré. Eu cá vou comprar uma guitarra...
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)