Faça o que lhe compete

Paulo Fonte

Faça o que lhe compete

Quando surgiu a notícia de que Caldeira Cabral tinha dado música aos portugueses, o espanto não foi uma reação.
  • 0
  • 0
Por Paulo Fonte|paulofonte@cmjornal.pt|17.03.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
Quando surgiu a notícia de que Caldeira Cabral tinha dado música aos portugueses, o espanto não foi uma reação. Afinal, o compositor é um brilhante instrumentista de guitarra portuguesa, nada mais natural do que mostrar a sua qualidade. Ao clarificar-se não se tratar de Pedro, mas sim de Manuel, o ministro da Economia, está resolvida uma questão. Este Governo também tem um Calvão da Silva, o titular da pasta da Administração Interna no último fôlego de Passos Coelho, o homem com uma veia de pregador e outra de vendedor de seguros. É difícil catalogar o apelo para que os condutores não abasteçam os seus automóveis em Espanha. No arquivo do humor ou da insensatez, a escolha é difícil. A resposta não se fez esperar e nos dias seguintes ao lacrimejante pedido aumentou o número de automobilistas a encherem os seus veículos em terras do rei Felipe. Previsível.

Vamos agora inverter os papéis, com uma solicitação ao ministro. Não pretenda condicionar a liberdade de se poder escolher o que melhor se ajusta a cada bolsa. Deixe-se de demagogia e trate é de criar condições para que não haja necessidade de se recorrer ao estrangeiro. Ganha mais com isso e fica melhor na foto.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)