Pontapés na credibilidade

Paulo Fonte

Pontapés na credibilidade

"No futebol, o que hoje é verdade, amanhã é mentira", disse um dia esse mestre do saber feito de experiência chamado Pimenta Machado.
  • 0
  • 0
Por Paulo Fonte|paulofonte@cmjornal.pt|13.07.17
  • partilhe
  • 0
  • 0
"No futebol, o que hoje é verdade, amanhã é mentira", disse um dia esse mestre do saber feito de experiência chamado Pimenta Machado.

Acrescente-se um "nunca digas nunca", singela nota para o caderno das máximas que fazem deste desporto um vulcão em permanente erupção de emoções. Vem esta introdução a propósito de dois casos recentes, exemplos de uma postura desconcertante, sem um futuro - e presente - radioso no que respeita à credibilidade.

Fábio Coentrão, outrora um ídolo na Luz, o jogador que beijava o emblema, em 2015 recusava de forma perentória jogar noutro clube em Portugal para além do Benfica.

Isto, quando na altura se falava na possibilidade de assinar pelo Sporting. Dois anos depois é vê-lo a dizer ter já vestido muitas camisolas, mas que sempre foi "feito de Sporting". Agora é Aboubakar, depois de ter garantido por todos os santinhos não regressar ao norte do país, "ao FC Porto nunca!", afirma sentir "um grande prazer por voltar" e manifesta o seu contentamento pela forma como foi recebido.

Entende-se a pressão imposta aos futebolistas. Mas que ninguém acredita nestes estados de espírito flutuantes, isso podem ter a certeza.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)