Impass(os)

Paulo Morais

Impass(os)

Todas as diligências deveriam (...) demorar uma semana.
  • 0
  • 0
Por Paulo Morais|13.10.15
  • partilhe
  • 0
  • 0
Passada uma semana sobre as eleições, Portugal continua sem governo. Passos Coelho foi mandatado pelo Presidente da República (PR) para encontrar uma solução governativa e, até agora, nada propôs. Passos esteve mal. Mas mal esteve também António Costa: o líder socialista tem andado à procura duma solução de governo, sem mandato para tal. Ao consentir estas atitudes, Cavaco Silva não se dá ao respeito, desprestigiando a função presidencial. Mas afinal o que deveria ter feito o PR? A seguir às eleições, ouvia todos os  partidos com assento parlamentar – o que não fez. De seguida, Passos, que tem direito a tentar formar governo, seria chamado a encontrar uma solução em 24 horas. É, aliás, essa a sua obrigação (mais que o seu direito!).

Caso se mostrasse incapaz para a missão (o que já se verifica), seria convocado o segundo partido, o PS, a apresentar a sua solução. E se este também falhasse, poderia ainda ser convidado o Bloco de Esquerda. Há países bem desenvolvidos, como a Dinamarca, onde o líder do governo pertence ao terceiro partido. Todas estas diligências deveriam, no conjunto, demorar menos de uma semana. Mas, como o PR não soube gerir o processo com proficiência, ainda não há governo nem sequer solução à vista.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)