Justiça e política

Pedro Meireles

Justiça e política

O mandato popular não pode permitir tudo aos políticos.
  • 0
  • 0
Por Pedro Meireles|09.07.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
A Justiça está ligada à dimensão política de um país, na medida em que a gestão deste tem repercussões naquela. Se há uma crise económica a Justiça ressente-se. Os processos tendem a aumentar. Urge resolvê-los, potenciando os escassos recursos.

Neste sentido, é preocupante o curso da governação ignorando sucessivos avisos para os perigos de opções políticas, que podem pôr em causa uma recuperação que se revelava objetivada em estatísticas oficiais.

Caso se confirmem as piores previsões será que a responsabilidade política pode ficar imune à responsabilidade civil ou criminal, quando alertada entretanto para as consequências das decisões políticas? O mandato popular não pode permitir tudo aos responsáveis políticos.

As suas ações não devem e não podem ser só sindicáveis a cada ciclo eleitoral, sobretudo quando a gravidade das consequências das suas decisões é antecipadamente prevista e, consequentemente, a sua defesa não pode passar pela argumentação tão infelizmente comum e que passa por responsabilizar os outros pelos erros próprios.

Caso haja um novo resgate, a ética republicana é a primeira a exigir mais do que meras consequências políticas.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)