Ousar mudar

Pedro Santana Lopes

Ousar mudar

Temos de reconsolidar a recuperação económica, não é tempo de aventuras.
  • 0
  • 69
Por Pedro Santana Lopes|24.11.17
  • partilhe
  • 69
  • 0
A deslocalização de serviços de uma zona do território para a outra pressupõe obrigatoriamente um processo prévio de preparação. Essa preparação tem de incluir para lá do respeito e dos direitos dos trabalhadores legalmente estabelecidos, a cortesia exigível no relacionamento Humano.

Todos temos de compreender que seja duro para os trabalhadores de qualquer entidade ouvirem de repente, na televisão, que vão ser transferidos para 300 km do local onde agora trabalham. Naturalmente que não deve, nem pode, ser assim. A Constituição e a Lei garantem Direitos que terão de ser, obrigatoriamente, respeitados.

Este processo da Agência Europeia do Medicamento não correu bem quase desde o início, até porque já não era nada fácil, uma vez que Portugal já cá tem duas agências sediadas. Depois foi a escolha da cidade candidata, primeiro Lisboa, depois Porto, o que tornou as hipóteses de vitória cada vez mais remotas. Não se conseguiu, agora importa andar em frente.

Se este processo servir para fazer o País pensar a sério na importância de deslocalizar serviços e atrair empresas para o interior e para os territórios de baixa densidade, já é bom. Por mim encher-me-ia de satisfação, porque é um combate que travo há muitos anos.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)