Desnorte de verão

Raul Vaz

Desnorte de verão

Talvez o outono, com as autárquicas e o orçamento, ajude a esfriar a cabeça.
  • 0
  • 0
Por Raul Vaz|21.07.17
  • partilhe
  • 0
  • 0
O Governo não se dá bem com o verão. Como um produto alimentar delicado, aguentou bravamente os tempos invernais, para começar a dar sinais de desintegração quando o clima melhorou.

O inverno da consolidação orçamental, da saída dos défices excessivos, do salto da economia, tudo foi conseguido. Depois veio o ramerrame dolente, que, afinal, não trouxe descanso. Foram os fogos assassinos, a falta gritante de respostas, a rábula de Tancos.

Uma comissão de inquérito controlada pela esquerda não aprova as conclusões pela falta de dois deputados socialistas.

No seio da geringonça, o PS oscila entre dois amores, correndo o risco de desagradar a ambos, como se viu na reforma das florestas. São disparates a mais. Talvez o outono, com as autárquicas e o Orçamento, ajude a esfriar a cabeça. Do Governo e do PS.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)