A mulher certa

Tiago Rebelo

A mulher certa

Não o amava tanto quanto lhe dizia.
  • 0
  • 0
Por Tiago Rebelo|16.08.15
  • partilhe
  • 0
  • 0
A mulher certa
O escritor Tiago Rebelo

Ele tem 31 anos acabados de fazer e, embora lhe falte a sabedoria de um homem mais velho para compreender o pensamento feminino, é suficientemente atraente e confiante para conquistar as mulheres que deseja. Ao completar os trinta, convenceu-se de que já sabia tudo sobre assuntos de amor, mas um ano passou e, verdade seja dita, foi o pior de que se lembra em toda a vida. E agora já não está tão confiante nem certo de que não tivesse mais nada a aprender sobre as mulheres.


Iam casar, mas a namorada deixou-o. Porque é que ela fez isso? É simples, pela única razão que leva uma mulher a desistir de um homem: não o amava tanto quanto lhe dizia.


Ele não perdeu a habilidade de conquistar, só perdeu o entusiasmo, até conhecer uma mulher de uma beleza extraordinária. Nem sequer tem a certeza se têm interesses comuns, se são compatíveis, mas está convencido de que é a mulher certa.


Conheceu-a nas férias, na praia. Conversaram muito, riram-se muito, mas foi só uma ocasião. Agora, regressado a casa, já a contactou, trocaram mensagens. Quer convencê-la a sair com ele.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)