A aldeia dos trasgos

Vanessa Fidalgo

A aldeia dos trasgos

Segundo rezam as lendas de Trás-os-Montes, os trasgos são pequenos seres encantados.
  • 0
  • 0
Por Vanessa Fidalgo|11.12.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
Segundo rezam as lendas de Trás-os-Montes, os trasgos são pequenos seres encantados. Uma espécie de duendes que vivem ao lado dos homens, mas sem se deixarem ver.

Usam gorros vermelhos, têm o nariz adunco e poderes sobrenaturais. O povo acha ainda que são a encarnação das "almas penadas" das crianças que partiram e, talvez por isso, são traquinas e retornam a este mundo para pregar partidas: partem louça, quebram vidros, arrastam móveis, espalham a fruta, mudam os objetos de lugar, principalmente durante a noite! Quando estão lá fora, também não há nada que fique sossegado. Desmancham os fardos de feno e até espantam os bichos, que geralmente têm faro apurado para dar com eles.

O povo de Trás-os-Montes não tem medo deles, mas também não costuma ignorar as suas tropelias.

Foi o que aconteceu certa vez numa aldeia remota no meio da serrania. Já lá viviam poucos e raramente recebiam visitas, sobretudo no inverno, porque a neve invariavelmente cortava os caminhos. Ainda assim, tinham somente por hábito juntar-se só no verão, para a procissão.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)