Guerreiros e campeões

Vítor Baía

Guerreiros e campeões

O sofrimento valeu a pena: finalmente, Portugal está no lugar que merece.
  • 0
  • 0
Por Vítor Baía|11.07.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
Somos todos uma enorme família. Nós, que sofremos do lado de fora, e eles, os guerreiros, agora campeões, que conseguiram, dentro do campo, este histórico título. Que nunca mais nos esqueçamos destes 23 magníficos. Mas também do grande obreiro desta conquista: Fernando Santos.

Demos um banho de humildade aos franceses. Mostrámos-lhes que não é com arrogância que se chega ao triunfo. Mostrámos-lhes que não é preciso agressividade acima da média para ganhar uma final.

O árbitro foi deixando passar tudo, até uma entrada de arrepiar sobre Cristiano Ronaldo. Ele que, depois, já no banco de suplentes, provou que é um verdadeiro líder. Até a celebrar o golo do Éder. Esse foi um momento de pura magia. Fiquei rouco nos festejos. Não podia ser de outra forma.

Lembrei-me de tudo o que passei com a camisola da Seleção. Vi a felicidade enorme de todos aqueles miúdos. E de um povo que merece esta conquista. Fizemos história.

Oxalá vencer o Campeonato da Europa seja uma lufada de ar fresco, a todos os níveis. Temos a melhor seleção da Europa. E agora, sim, podemos diz que o sofrimento valeu a pena: finalmente, Portugal está no lugar que merece.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)