Sub-categorias

Notícia

Blog

Francisco José Viegas

Blog

Jerónimo de Sousa é uma excelente pessoa; mas teria ele concordado com o fuzilamento de portugueses, se tivéssemos vivido uma ditadura militar comunista?
  • 0
  • 0
Por Francisco José Viegas|28.11.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
Para compreender a espalhafatosa e falhada invasão americana de Cuba recomendo um livro portentoso, ‘O Fantasma de Harlot’, de Norman Mailer. São mil páginas imparáveis que tratam de reconstruir a história da CIA, a corrupção do clã Kennedy (e companhia) e a decadência do espírito da América. Para condenar a estupidez dos americanos não é necessário tecer loas ao ditador cubano (basta ver ‘O Padrinho’).

Jerónimo de Sousa e o PCP nunca perderam a face por isso, mesmo que recomendem Fidel como expoente dos "ideais da liberdade, da paz e do socialismo" e designem Cuba como ‘Ilha da Liberdade’ (vem nos jornais deste domingo).

Declarações como estas (ou sobre Estaline como campeão dos direitos humanos) nunca têm contraditório. Há anos, o CM entrevistou uma deputada do PCP e perguntou-lhe o que pensava do Gulag e dos campos da morte soviéticos – respondeu que não tinha dados, nem tinha estudado o assunto na faculdade.

Jerónimo de Sousa é uma excelente pessoa; mas teria ele concordado com o fuzilamento de portugueses, se tivéssemos vivido uma ditadura militar comunista?
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)