Sub-categorias

Notícia

Reformar

Ricardo Rio

Reformar

Os tempos recentes condenaram-nos a olhar para o urgente e imediato.
  • 0
  • 62
Por Ricardo Rio|20.04.17
  • partilhe
  • 62
  • 0
Reformar é fazer futuro. Seja para acomodar novas tendências e desafios ou para otimizar a gestão dos recursos disponíveis, todas as reformas têm de ter uma capacidade de transformar, impactando nas gerações vindouras.

Reformar exige estratégia. Os tempos recentes condenaram-nos a olhar para o urgente e imediato, tapando buracos, resolvendo ou mitigando problemas, sem cuidar de garantir mudanças em horizontes mais alargados.

Reformar exige prestação de contas. Por mais meritórios que sejam os objetivos e as propostas enunciados, é fundamental prestar contas do caminho percorrido, dos passos concretizados e dos resultados alcançados.

Reformar exige consenso. Pelo seu horizonte temporal, as reformas merecem reunir um apoio o mais alargado possível, evitando a sua contínua reversão, antes mesmo de se poder aferir dos impactos dos caminhos traçados.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)