Sub-categorias

Notícia

Por F. Falcão-Machado |19.05.17
  • partilhe
  • 0
  • 0
Celebra-se amanhã, 20 de maio, o Dia Nacional de Timor-Leste, antiga colónia portuguesa hoje independente. É preciso ter vivido neste país para compreender as boas memórias que ficam em quem por lá passou. Mas talvez os aspetos mais positivos a reter sejam a estima que os timorenses mostram ter por Portugal e a facilidade com que souberam superar eventuais ressentimentos coloniais.

Hoje, as relações entre os dois países são excelentes, o que se reflete em níveis de cooperação muito elevados. E os respetivos resultados só não são melhores porque se encontram limitados por circunstâncias que escapam à vontade das partes.

Não foi por acaso que o Presidente da República, Francisco Lu Olo Guterres, recentemente eleito por expressiva maioria, escolheu esta data para associar os habituais festejos populares à cerimónia da sua tomada de posse como chefe de Estado.

A data corresponde ao aniversário da restauração da independência do país em 2002, após os duros anos de uma luta em que Portugal esteve sempre do lado certo. Sendo o novo presidente um prestigiado líder político que tem sabido servir Timor-Leste com dedicação e sucesso, é caso para dar os parabéns ao País e ao seu Presidente.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)