Sub-categorias

Notícia

Marcar a diferença

Pedro Santana Lopes

Marcar a diferença

Os partidos que estão à direita do governo têm de encontrar o seu lugar e caminho.
  • 0
  • 93
Por Pedro Santana Lopes|14.07.17
  • partilhe
  • 93
  • 0
1. É a primeira nota deste texto, a de homenagem a Américo Amorim e à sua vida de projetos e de obras, de tanta realização enquanto empresário de sucesso. Homem do Norte, de nascimento, espalhou a atividade por muitas zonas do País e do mundo. Tive a oportunidade de conhecer em particular a sua paixão pelo Alentejo e pela atividade agrícola que desenvolvia nas suas propriedades.

Gostava da discrição, nunca foi de grandes intervenções públicas. Construiu muito, certamente com os seus lucros pessoais mas também com muitas vantagens para a economia portuguesa e para muitas famílias deste País.

2. Uma questão política muito relevante nos próximos meses será, novamente, a da conciliação entre as exigências de Bruxelas e as exigências da maioria parlamentar, principalmente, do PCP e do Bloco de Esquerda. Falo, obviamente, de exigências ao Governo que desta vez terão na base boas razões.

O problema, no primeiro e no segundo Orçamentos deste Governo, era saber como se conciliariam as exigências das devoluções de rendimentos vertidas no acordo da maioria e as exigências de disciplina orçamental e de metas acordadas com a UE.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)