Sub-categorias

Notícia

"A vida muda"...

José Rodrigues

"A vida muda"...

Está aí o Orçamento para 2017 e a maior novidade será a postura mais moderada do PCP e BE.
  • 0
  • 1
Por José Rodrigues|17.10.16
  • partilhe
  • 1
  • 0
Está aí o Orçamento para 2017 e a maior novidade será a postura mais moderada do PCP e BE, obrigados a abrandar ou travar várias das suas exigências, ou seja, a engolir uns sapos, por razões que têm a ver com… a realidade. E nesta incluem-se as dificuldades financeiras, as exigências de Bruxelas e a própria sobrevivência da ‘geringonça’ de que são parte.

Como disse o ministro das Finanças, "a vida muda e nós temos de nos adaptar a ela". E, seguindo tal máxima, comunistas e bloquistas recuaram em medidas como o fim da sobretaxa em janeiro e o aumento fixo de 10 euros nas pensões. Mas o mais extraordinário é terem anuído na exclusão das pensões mínimas do bónus de 10 euros a partir de agosto ao mesmo tempo que acataram o fim da CES sobre pensões milionárias.

Mas, de um modo geral, o Orçamento revela preocupações sociais que o distanciam das da coligação PSD/CDS, das quais também se diferencia na opção fiscal, concentrada no agravamento dos impostos indiretos e alívio dos diretos.

Ficou, no entanto, mais uma vez provado que em matéria fiscal a imaginação de quem nos governa não tem limites: veja-se o caso do "imposto Coca-Cola" e da "taxa-bala"…
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)