Sub-categorias

Notícia

Condições degradantes

Fernando Jorge

Condições degradantes

O Estado não gosta dos seus funcionários.
  • 0
  • 169
Por Fernando Jorge|05.12.17
Foi divulgado um estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos onde vários investigadores fazem uma análise científica sobre o funcionamento de organismos do Estado, onde se incluem os tribunais.

Não se trata de um estudo baseado em inquéritos, mas sim com a permanência dos investigadores no terreno, nas secretarias de tribunais, durante alguns meses.

O estudo conclui que há falta de funcionários, que se trabalha muito para além do horário normal, que há condições de trabalho degradantes, mas que apesar de todas as deficiências os funcionários trabalham com empenho, dedicação, sendo mesmo referido que "se os funcionários públicos cumprirem as regras escrupulosamente e forem impessoais, o Estado não funciona"! Se alguns ficaram surpreendidos com as conclusões, nós não! Há quanto tempo vimos dizendo o mesmo?!

Certamente que a habitual acusação de corporativismo sindical, sempre que denunciamos estas situações, não será agora invocada relativamente a este estudo científico feito por um organismo independente e técnicos de reconhecido mérito.

Conclusão? O Estado não gosta dos seus funcionários e os Governos não gostam de serviços públicos e desconsideram quem neles trabalha.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)