Sub-categorias

Notícia

De volta à URSS

Luciano Amaral

De volta à URSS

Foi de uma Europa devolvida aos extremos que saiu a II Guerra Mundial e a Guerra Fria.
  • 0
  • 10
Por Luciano Amaral|13.11.17
  • partilhe
  • 10
  • 0
O centenário da Revolução de Outubro foi amplamente, e justamente, assinalado por aí. Disse-se de tudo. Sem surpresa, o PCP celebrou o evento: a revolução substituiu uma "Rússia semi-feudal, dominada pelo poder autocrático dos czares," por uma "nova sociedade sem exploração do homem pelo homem".

Mais surpreendentes foram as titubeações de certas pessoas do PS, como Tiago Barbosa Ribeiro, que lhe chamou a "mãe das revoluções" e a inseriu no "património das esquerdas".

Houve até quem dissesse que, apesar dos horrores, a Revolução de Outubro obrigou as sociedades ocidentais a reformar-se.

Vale a pena recordar duas ou três coisas. Primeira, a Revolução de Outubro não pôs fim ao czarismo absolutista, mas sim à tentativa de instauração de um regime liberal, que vinha de Fevereiro de 1917. Não sabemos o que aconteceria a esse hipotético regime liberal, mas não devemos aos bolcheviques qualquer ajuda para o instaurar.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)