Sub-categorias

Notícia

Depressa e bem pode haver quem

Ricardo Tavares

Depressa e bem pode haver quem

Decisão dita real diferença entre campeão europeu e Sporting.
  • 0
  • 0
Por Ricardo Tavares|26.11.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
Pensar o jogo, conhecê-lo e saber exatamente o que fazer em cada momento, de forma expedita, decide o golo que se marca e o que se evita. Não é fácil, até porque os espaços minguam à medida que se aperfeiçoa o treino e o jogador se torna mais atleta. Mas tem de se decidir. E um bom exemplo da importância da decisão foi dado em Alvalade. Os ‘pormenores’ da decisão ditaram a real diferença entre o campeão europeu e o Sporting.

João Pereira, o maior inimigo do... João Pereira, decidiu, desta vez disciplinarmente, voltar a ser adversário dos companheiros de equipa. Benzema decidiu mostrar-se enquanto Bas Dost se escondia. Ruben Semedo decidiu não deixar Ronaldo definir o lance que acabou por resultar num livre e, na cobrança, num golo. Adrien decidiu acelerar para dentro da baliza, depois do penálti transformado, para a bola ir rapidamente ao centro, esquecendo-se que, com menos uma unidade, seria mais prudente temporizar, para conquistar um ponto e meter dinheiro ao bolso.

Jesus decidiu ‘puxar’ por Gelson. Nas suas contas, "será um jogador do nível de Figo", que, com a idade do jovem, embora com menos velocidade, era já mais maduro e decidia. O treinador lembra, de resto, que o pupilo é um criativo, mas "falta-lhe a decisão".

Gelson tem, agora, de decidir. De preferência mostrando ser possível fintar o provérbio depressa e bem não há quem.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)