Sub-categorias

Notícia

É preciso dar tempo ao vinho Alvarinho

Edgardo Pacheco

É preciso dar tempo ao vinho Alvarinho

O ideal é comprar Alvarinhos de 2016 e começar a abrir as garrafas daqui a um ou dois anos.
  • 0
  • 9
Por Edgardo Pacheco|16.06.17
  • partilhe
  • 9
  • 0
Calhou-me há dias pedir um vinho Alvarinho num restaurante, mas a medo. Como já sei o que se passa em 98 por cento dos restaurantes, perguntei, com palavras delicodoces, se por acaso não haveria, lá no fundo da cave, umas garrafas de Alvarinho da marca que pretendia, mas de anos recuados.

Pergunta do cavalheiro que me atendia: "Quantas caixas quer? Até lhe faço um bom desconto". E eu: "Olhe, desconto, desconto, não é bem o que me interessa, mas faço-lhe uma proposta. Se lhe trouxer garrafas de Alvarinho de 2016 e da mesma marca, o senhor troca-mas pelo mesmo número mas da colheita de 2014? Reposta pronta e meio aborrecida: "Homem, por cada 5 garrafas de 2016 dou-lhe 6 de 2014, está bem assim?" Negócio fechado", disse eu.

Em bom rigor não fiz negócio só por causa da preguiça de andar com as garrafas de um lado para o outro, mas a história serve para, mais uma vez, pedirmos – pelo bom gosto dos nossos leitores – para não sacrificarem os vinhos Alvarinhos da colheita de 2016.

Quando novo, um Alvarinho é um vinho aromaticamente pujante, mas num registo que é mais ou menos idêntico de marca para marca. Notas de frutos tropicais, flores de laranjeira, pêssego, limão e afins. Mas a partir de um ou dois anos de garrafa os vinhos ganham complexidade e riqueza de aromas e sabores. Aromas de flores e folhas secas ou de minerais, com a boca a revelar sempre belíssima acidez

De maneira que é uma tontice atirarmos borda fora aquela que poderá ser uma experiência vínica invulgar, capaz de ficar na memória por muito tempo. Tanto mais que estamos perante o mais nobre dos vinhos brancos portugueses. Nessa como noutras matérias, a pressa é uma desgraça para os sentidos.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)