Sub-categorias

Notícia

Esperemos por 2017!

Paulo Rodrigues

Esperemos por 2017!

Esperemos que o Orçamento não seja uma munição de pólvora seca.
  • 0
  • 53
Por Paulo Rodrigues|15.10.16
  • partilhe
  • 53
  • 0
Na semana passada teve lugar mais um evento que colocou à prova as capacidades e o profissionalismo do efetivo da PSP.

A manifestação dos taxistas, na cidade de Lisboa, com os ânimos extremamente exaltados e muita confusão à mistura, impôs desafios no modelo e coordenação do dispositivo policial. Os polícias que aguentaram horas no terreno, sempre sob grande tensão e sem as condições e meios adequados, estão de parabéns, porque muito do resultado da operação foi claramente graças ao autocontrole, profissionalismo dos presentes.

Uma palavra também para os responsáveis do Comando da PSP de Lisboa, que desde o início da operação até ao final, passando pelos momentos de alvoroço e alguma instabilidade, estiveram sempre presentes enquadrando e tomando as decisões de acordo com as necessidades dos vários momentos.

Este resultado reflete a evolução qualitativa do trabalho da PSP, que, infelizmente, não encontra paralelo no investimento que o Estado português deveria fazer nos recursos humanos desta polícia.

Esperemos que o Orçamento do Estado para 2017 não seja, no que diz respeito às necessidades dos polícias e da PSP, uma munição de pólvora seca.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)