Sub-categorias

Notícia

Ligaçações perigosas?

Ligaçações perigosas?

Conhecido que foi o nome da nova Ministra da Justiça, logo algumas vozes – as habituais – demonstraram publicamente a sua perturbação, alegando que a mesma seria "muito próxima" das magistraturas; considerando o desconhecimento do significado de tal frase, é lícito perguntar se esse facto (a ser verdadeiro) traduziria um enorme pecado capital...
  • 0
  • 0
09.07.11
  • partilhe
  • 0
  • 0
Ligaçações perigosas?

Significaria isso que a Senhora Ministra da Justiça iria exercer o seu cargo, tendo em conta apenas as reivindicações dos Juízes e que, só por esse motivo, não seria a pessoa indicada para a função em que entretanto já foi investida?

Do seu discurso na apresentação do Programa do Governo, na Assembleia da República, não se vislumbra qualquer proximidade "perigosa" às magistraturas.

Pelo contrário: tanto o programa do Governo para a Justiça surge equilibrado, como o seu discurso demonstra rigoroso conhecimento dos problemas com que se depara a Justiça; e dele ainda ressalta uma firme vontade de dignificar os Tribunais, de reforçar a independência do Poder Judicial e de apresentar soluções claras, rápidas e eficazes para o sector. E essas soluções passam pela efectivação das reformas urgentes.

Próxima ou não das Magistraturas (e essa questão revela-se obsoleta e ridícula), a Ministra da Justiça sabe, certamente, que tais reformas terão de ser feitas também com os Magistrados.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)