Sub-categorias

Notícia

Maré amarela em Bruxelas

Leonardo Ralha

Maré amarela em Bruxelas

Alguém imagina 45 mil portugueses a viajarem de Lisboa a Bordéus ou do Porto a Montpellier?
  • 0
  • 3
Por Leonardo Ralha|08.12.17
  • partilhe
  • 3
  • 0
Alguém imagina 45 mil portugueses a viajarem de Lisboa a Bordéus ou do Porto a Montpellier? Nem para uma final da UEFA disputada por uma equipa nacional numa dessas cidades francesas.

Haja noção disto quando 45 mil catalães fizeram os mesmos 1200 quilómetros (menos 100 vindo de Girona, mais 100 partindo de Tarragona) de autocarro, automóvel, avião ou comboio, para se manifestarem em Bruxelas a favor da independência e contra a prisão de políticos e dirigentes associativos.

Uma maré amarela coloriu as ruas dessa cidade, tão depressa a capital belga que protege Carles Puigdemont de ser mais um dos presos políticos, aqueles a que democratas pouco dados à liberdade chamam políticos presos, quanto a sede da União Europeia que assobia para o ar enquanto Espanha nega a vontade de eleitores que pode sair reforçada nas urnas a 21 de dezembro.

Certo é que 45 mil catalães encheram as ruas de Bruxelas de amarelo. A mesma cor dos laços a exigir a libertação dos presos que a Junta Eleitoral de Espanha proibiu nas mesas de voto, da iluminação das fontes de Barcelona que foi vetada, e dos girassóis que talvez venham a ser cortados para não alarmarem Madrid.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)