Sub-categorias

Notícia

O estranho enforcamento

Rui Moreira

O estranho enforcamento

Extrema-direita aproveitou a situação para criticar as forças de segurança e polícia de acolhimento de Merkel.
  • 0
  • 1
Por Rui Moreira|16.10.16
  • partilhe
  • 1
  • 0
Há dias, a polícia alemã detectou uma quantidade importante de explosivos num apartamento na cidade de Chemnitz. Explosivos em tudo idênticos aos que foram utilizados em atentados em Paris e estariam armazenados para serem utilizados num atentado num aeroporto alemão. O proprietário do apartamento foi prontamente detido para averiguações mas o inquilino do apartamento, Jaber Al-Bakr, refugiado sírio de 22 anos, conseguiu fugir à teia da polícia.

Numa altura em que a questão dos refugiados está no centro do debate eleitoral, a extrema-direita aproveitou a situação para criticar as forças de segurança e a política de acolhimento de Angela Merkel. Críticas secundadas por apoiantes da chanceler alemã que questionam as suas opções nesse domínio.

A fuga do sírio não teve sucesso, alguns dias depois, viria a ser detido, no seguimento de uma denúncia de três compatriotas seus que o terão acolhido e o terão imobilizado antes de chamarem a polícia. Naturalmente, esse facto foi aproveitado pelas facções mais moderadas e os três denunciantes foram tratados como heróis, e felicitados pela chanceler. Alguns jornais sugeriram que deveriam ser condecorados pelo acto de bravura. A chanceler respirou de alívio, mas foi por pouco tempo.

Apenas 48 horas depois de ser capturado, Al-Bakr suicidou-se na cela de alta segurança, o que suscitaria uma violenta declaração do seu defensor oficioso e de grupos de defesa dos direitos humanos, que questionam, naturalmente, como é que um suicídio por enforcamento pode suceder nessas circunstâncias. Entretanto, a polícia revelou que Al-Bakr teria feito uma viagem de três meses à Turquia, e que, no interrogatório preliminar, teria confessado que os três compatriotas eram, afinal, cúmplices.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)