Sub-categorias

Notícia

Por João Pereira Coutinho|16.10.16
  • partilhe
  • 20
  • 1
Nunca esperei escrever isto na vida. Mas concordo com Estrela Serrano: "Um bom orçamento é aquele que vai buscar dinheiro onde os orçamentos anteriores não descobriram que ainda havia para tirar."

É o melhor retrato do documento que li até agora. Embora talvez acrescentasse mais qualquer coisa: o dinheiro é para sacar já; mas o governo também promete devolver qualquer coisa – devagar, devagarinho, porque os tempos não aconselham loucuras.

E o resto? Sim, aquelas palavras bizarras – ‘reformas’, ‘crescimento’, ‘investimento’ – das quais depende o futuro de um país? Em relação a elas, as respostas avançadas – ‘não há’, ‘vai ser pouco’, ‘só Deus sabe’ – pecam por optimismo.

O Orçamento para 2017 é uma confissão de mediocridade – e um convite real à emigração – que os portugueses, a julgar pelas sondagens, aplaudem. Abençoados sejam. Porque será deles o reino dos céus.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)