Sub-categorias

Notícia

Um celibatário aproxima-se do coração do Inverno

António Sousa Homem

Um celibatário aproxima-se do coração do Inverno

A melancólica e distraída condição de celibatário, longe de me afastar do convívio com as senhoras do meu tempo, aproximou-me delas como uma ligeira ameaça.
  • 0
  • 8
Por António Sousa Homem|16.10.16
  • partilhe
  • 8
  • 0

A melancólica e distraída condição de celibatário, longe de me afastar do convívio com as senhoras do meu tempo, aproximou-me delas como uma ligeira ameaça, quase inofensiva, passando do estatuto de observador ao de parte interessada.

O "meu tempo" é uma data distante, da qual guardo uma recordação vaga, desleal, ténue, extravagante e até desfocada, porque geralmente somos míopes para averbar as nossas memórias. Talvez por isso Dona Elaine, a governanta deste eremitério de Moledo, não se canse de informar-me de que, mais cedo ou mais tarde, se aproxima o Inverno. O que ela quer dizer, na sua condição de sábia minhota, é que os serões voltarão a ser longos e carregados de silêncio – e que isso se deve à minha condição de celibatário.

Dona Elaine faz isso há três décadas sem interrupção, como se me sobrasse ainda tempo para corrigir os erros de antanho e tornear os descaminhos que a minha vida tomou há muitos anos.

As senhoras do meu tempo são hoje uma recordação vaga, diluída entre amores perdidos e nunca cumpridos. O Tio Alberto, a quem me acusam de ter plagiado essa condição (a de celibatário), viveu os seus anos de maturidade como um surripiador de paixões dilaceradas ou cómicas (era ele que lhes emprestava o tom de comédia), e que lhe valeu durante muito tempo a fama de grande galanteador, antes de se conformar com a natureza do mundo e se fixar em definitivo entre a majestosa folhagem de São Pedro de Arcos, lá nas alturas, onde se dedicou à bibliofilia, à gastronomia e à história regional.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)