Sub-categorias

Notícia

Um veto é (só) um veto

Pedro Santana Lopes

Um veto é (só) um veto

Marcelo sabe quais são as suas barreiras e não há coabitação que o leve a esquecê-las.
  • 0
  • 77
Por Pedro Santana Lopes|11.08.17
  • partilhe
  • 77
  • 0
Este veto do Presidente da República ao diploma sobre a transferência da Carris para a Câmara Municipal de Lisboa suscita questões interessantes.

O veto político do Presidente, por definição, tem sempre importância. E a importância neste caso é tanto maior quanto esta matéria: a da reversão das concessões a privados decididas pelo Governo anterior, que foi daquelas que o atual primeiro-ministro logo sublinhou como ponto de clivagem.

Quero relembrar, aos que não sabem, que sou há muitos anos defensor de que o sistema de transportes urbanos deve ser responsabilidade das autarquias e da área metropolitana.

Agora, também admito que uma autarquia ou uma área metropolitana possam, a certa altura, entender que a melhor opção para a respetiva área territorial é fazer uma concessão a privados, mesmo que só para parte do território.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)