Sub-categorias

Notícia

Sem lentes ideológicas

Sem imprensa livre não há democracia.
Por Editorial CM|29.10.15
Sem lentes ideológicas
Foto Nuno Costa
Sem imprensa livre não há democracia. E o dever dos jornalistas é divulgar as notícias relevantes, de interesse para a comunidade. Um ex-primeiro-ministro que disparou o endividamento do Estado e que se orgulhava de não ter saldos bancários, nem rendimento conhecido, enquanto ostenta um padrão de vida que só ganhos milionários poderiam suportar, tem de ser alvo do escrutínio mediático. Os cidadãos têm o direito de saber se a riqueza tem origem lícita ou ilícita.

A corrupção é o principal cancro da democracia: promove a ineficiência e é paga duplamente com mais dinheiro dos contribuintes e piores serviços para os cidadãos.

Foram milhares de casos de corrupção que levaram o País ao terceiro resgate e causaram o duro ajustamento que custou centenas de milhares de empregos, inúmeras falências, tantos dramas e sonhos destruídos.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Covilha193329.10.15
    Força, CM. O povo está contigo!
1 Comentário
  • De Covilha193329.10.15
    Força, CM. O povo está contigo!
    Responder
     
     2
    !

Mais notícias

Mais notícias de Editoriais

Editoriais

Crime do Estado

Na tragédia de Pedrógão, o Estado cometeu um grave crime: homicídio negligente.

Editoriais

O CM errou

O CM errou

Já corrigimos os procedimentos que levaram à não divulgação atempada dos factos publicamente relevantes.

Editoriais

É preciso escolher um lado

É preciso escolher um lado

Quantos mais atentados vão ser necessários até que os Estados se unam na criação de um Direito Penal especial que enfrente esta guerra sem fronteiras, fundada numa enorme religião monoteísta?

Editoriais

Candidatos às eleições

O Correio da Manhã é um jornal livre, independente e plural, que se orgulha dos seus colunistas.

Editoriais

O Altar do Mundo

Independentemente das opções e convicções religiosas de cada um, é um facto indesmentível que Fátima se tornou num local religioso de referência a nível mundial.

pub