Sub-categorias

Notícia

Costa prevê redução da dívida bruta e estabilização do sistema financeiro

Portugal registará "saldos primários sólidos e uma redução da dívida líquida" em dois anos, afirmou o primeiro-ministro.
Por Lusa|12.10.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O primeiro-ministro considerou hoje que a autorização por Bruxelas da venda do Novo Banco encerrou o último capítulo pesado do processo de estabilização do sistema financeiro que haverá redução da dívida bruta a partir de segunda-feira.

Estas posições foram assumidas por António Costa numa intervenção que fez no 7º Congresso dos Economistas, na Fundação Calouste Gulbenkian, em que defendeu a tese de que "está a ser possível concluir o processo de estabilização do sistema financeiro português".

"Com a autorização pela Comissão Europeia da venda do Novo Banco à Lone Star, na quarta-feira, conclui-se o último capítulo pesado no processo de estabilização do nosso sistema financeiro. Este processo, conjugado com a capacidade de os nossos principais bancos detentores de créditos malparados terem sabido encontrar uma plataforma de gestão de créditos comuns sobre empresas, cria boas condições para que haja um quadro de financiamento mais favorável nos próximos anos", sustentou o líder do executivo.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub