Sub-categorias

Notícia

António Costa defende manutenção do feriado do 1.º de Dezembro

Primeiro-ministro destaca "importância simbólica, histórica e política" da data.
Por Lusa|01.12.16
  • partilhe
  • 1
  • +
António Costa defende manutenção do feriado do 1.º de Dezembro
O primeiro-ministro, António Costa Foto Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, valorizou esta quinta-feira a presença em conjunto do chefe do Governo e do chefe de Estado nas cerimónias do Dia da Restauração, enaltecendo a "importância simbólica, histórica e política" do 1.º de Dezembro, novamente feriado.

"A restauração do feriado da Restauração de 1640, e a presença do Presidente da República neste ato, significam que o Estado acompanha a nação na importância simbólica, histórica e politica que dá a esta data e à mensagem que nos transmite, que devemos valorizar em permanência, com sentido pedagógico", advogou o chefe do Governo, falando em Lisboa nas cerimónias do Dia da Restauração.

Valorizando a "primeira vez, em muitos anos", que se juntam chefe do Governo e chefe de Estado nas cerimónias do 1.º de Dezembro, Costa vincou que a celebração de hoje não se dá por um "serôdio sentimento anti-castelhano, que não tem sentido no presente de Portugal e Espanha".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub