BE avança com revisão das leis laborais para corrigir "distorções da troika"

Catarina Martins afirmou que o Governo não pode continuar a "adiar para a concertação social" as mudanças que acordou com os partidos à esquerda.
Por Lusa|10.01.18
  • partilhe
  • 3
  • +
O BE entrega esta quarta-feira no parlamento cinco projetos de lei na área laboral para que sejam corrigidas as "distorções graves impostas no tempo da 'troika'", adiantou a coordenadora do partido, Catarina Martins.

Falando à margem de um debate sobre igualdade de género promovido pela Associação de Estudantes da Escola Secundária Augusto César da Silva Ferreira, em Rio Maior (distrito de Santarém), Catarina Martins afirmou que o Governo não pode continuar a "adiar para a concertação social" as mudanças que acordou com os partidos à esquerda.

"O Governo tem no seu programa e no acordo que firmou com os partidos à esquerda, nomeadamente com o Bloco de Esquerda, algumas medidas laborais e não tem avançado com nenhuma porque diz que estão na concertação social", onde "tem existido o veto dos patrões a qualquer mudança", referiu a coordenadora do BE, frisando que as alterações têm que avançar agora, "porque esta legislatura acaba em 2019".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!