Sub-categorias

Notícia

BE quer incluir capital e património no IRS

Bloco quer juntar todos os rendimentos para se pagar taxa proporcional ao valor ganho e beneficiar a classe média.
Por Bruno de Castro Ferreira e Cristina Rita|14.09.17
O Bloco de Esquerda está a negociar com o Governo a inclusão dos ganhos com rendas de casas, ações e juros de contas a prazo na tributação do IRS.
BE quer incluir capital e património no IRS

Em entrevista à CMTV, Catarina Martins revelou que o BE apresentou nas negociações para o Orçamento do Estado de 2018 uma proposta para o englobamento no IRS dos rendimentos prediais e de capitais. Ou seja, uma das soluções para equilibrar a receita de IRS e aliviar a carga fiscal sobre a classe média é a englobar todos os rendimentos: trabalho, capital e património.

"Há rendimentos que não são do trabalho, que não são salários nem pensões. São pessoas que têm muitos rendimentos de capital ou de propriedade e que deviam ser obrigadas a englobá-los para pagarem uma taxa proporcional", defendeu.

Catarina Martins repetiu que um dos objetivos centrais do BE passa ainda por desdobrar o 2º e o 3º escalões de IRS (de 7091 a 40 522 euros anuais), admitindo fazê-lo no prazo de dois anos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub