Sub-categorias

Notícia

Candidato a Cascais quer dar salário extra de 557 euros para todos

Francisco Guerreiro, do PAN, inspirou-se no Alasca, onde os habitantes recebem mil dólares por mês, e na Finlândia.
Por Débora Carvalho|27.09.17
Imagine receber um rendimento mensal de 557 euros - o valor do salário mínimo nacional - apenas por existir. É isto que o PAN (Pessoas, Animais e Natureza) promete para todos os cidadãos. O projeto-piloto arranca em Cascais caso Francisco Guerreiro seja eleito. 
Candidato do PAN quer dar salário extra de 557 euros para todos


"Trata-se de um rendimento que é dado a todos os cidadãos consoante a sua existência. É para todos e não há nenhuma condicionante: desempregados, empregados, independentemente do género ou faixa etária", revela ao CM o candidato do PAN à Câmara de Cascais.

Aos 33 anos, Francisco Guerreiro ambiciona implementar um projeto-piloto que envolva uma amostra de 500 cascalenses. O teste abrange, assim, ricos, pobres, pessoas com rendimentos ou dificuldades financeiras. O objetivo é analisar o impacto da medida na vida das pessoas e na economia. "A medida custará 3,5 milhões de euros por ano", frisa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De sednasapo27.09.17
    De que planeta é este "candidato"?
1 Comentário
  • De sednasapo27.09.17
    De que planeta é este "candidato"?
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub