Sub-categorias

Notícia

Apoio de Costa a lista transnacional nas europeias é "crime de lesa-pátria", diz CDS-PP

Para o partido, tal decisão transforma primeiro-ministro "num joguete de franceses e alemães".
Por Lusa|13.01.18
  • partilhe
  • 1
  • +

O CDS-PP considerou este sábado "um crime de lesa-pátria" o apoio do primeiro-ministro à criação de uma lista transnacional nas eleições europeias, que transforma António Costa "num joguete de franceses e alemães" e atraiçoa os países médios e pequenos.

Em causa está a declaração final da IV Cimeira dos Países do Sul da União Europeia, que decorreu na quarta-feira, em Roma, e na qual esteve o primeiro-ministro, António Costa, e onde consta no último ponto uma posição de princípio no sentido da criação de uma lista transnacional nas eleições europeias.

"Esta decisão é um crime de lesa-pátria para Portugal, transforma o doutor António Costa num joguete de franceses, alemães, espanhóis e italianos - grandes países da União Europeia - e atraiçoa os países médios e pequenos deste projeto comum que estão contra estas listas transnacionais que são um processo profundamente antidemocrático", criticou o vice-presidente do CDS-PP Nuno Melo, em declarações à agência Lusa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub