Costa nega ter dado acordo a círculo transnacional nas eleições europeias

"São bem explícitos os pontos sobre os quais há um acordo de todos", diz primeiro-ministro.
Por Lusa|13.01.18
  • partilhe
  • 1
  • +

O secretário-geral do PS negou este sábado ter dado o seu acordo à proposta do Presidente francês, Emmanuel Macron, para a criação de um círculo transnacional nas eleições europeias, contrapondo que os socialistas portugueses se têm oposto.

António Costa falava à entrada para a reunião da Comissão Nacional do PS, depois de confrontado com as acusações do eurodeputado social-democrata Paulo Rangel, segundo as quais o primeiro-ministro português, durante a recente cimeira dos países da Europa do sul, em Roma, terá dado o seu acordo a essa proposta do chefe de Estado francês.

De acordo com o primeiro-ministro, está a haver "especulação com base numa interpretação errada da declaração [escrita] elaborada no final da reunião dos países do sul da Europa".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!