Costa quer que PS apresente lista paritária ao Parlamento Europeu

António Costa fez também questão de lembrar que o homem tem igualmente algo a dizer na questão da vida familiar.
25.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O secretário-geral do PS anunciou este sábado que vai apresentar uma proposta para que os socialistas apresentem nas eleições ao Parlamento Europeu "uma lista paritária 50/50", considerando a luta contra as desigualdades como "um dos combates" do século.

"É nosso dever de ir à frente daquilo que a própria lei vai tornar obrigatório. E é por isso que espero que o Partido Socialista aprove a minha proposta para que a próxima lista ao Parlamento Europeu seja uma lista paritária de 50/50", disse António Costa, em Caminha, durante um almoço com perto de 200 mulheres.

O líder socialista lembrou que os primeiros passos para a posterior aprovação da Lei da Paridade foram dados no tempo de um dos seus antecessores, António Guterres. A lei, que exige que as listas eleitorais para a Assembleia da República, o Parlamento Europeu e as autarquias locais devem assegurar uma representação mínima de 33% de cada um dos sexos, foi depois aprovada em 2006, com o Governo socialista de José Sócrates.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!