Cristas defende que descida do desemprego "não tem a ver com a ação do Governo"

Para a presidente do CDS-PP, vitória foi alcançada "à boleia da reforma laboral" do anterior executivo.
Por Lusa|08.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu esta quarta-feira que a descida da taxa de desemprego para 6,7% "não tem a ver com a ação do Governo" e foi alcançada "à boleia da reforma laboral" do anterior executivo.

"Tudo o que é boa notícia para o país é boa notícia para nós também. Tenho-o dito muitas vezes. Nessa matéria, creio que o Governo levou uma boleia muito grande da reforma laboral feita pelo anterior Governo que, como está à vista, ajudou a favorecer uma descida do desemprego", defendeu Assunção Cristas.

Falando aos jornalistas na sede centrista, em Lisboa, onde decorreu uma reunião da comissão executiva do partido, o órgão restrito de direção, Assunção Cristas considerou que a descida do desemprego é "um exemplo que não tem a ver com a ação do Governo", enquanto "aquilo que tem a ver com a ação do Governo é aquilo que está a correr profundamente mal".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!