DIAP afasta PJ de Marco António

Queixa contra Marco António Costa fica nas mãos do MP.
Por Tânia Laranjo|20.05.15
  • partilhe
  • 2
  • +
DIAP afasta PJ de Marco António
Marco António Costa já manifestou vontade de ser ouvido no caso Foto Ricardo Pereira
A queixa do empresário Pedro Vieira da Silva, que foi autuada como inquérito pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Público do Porto, foi avocada pela 6ª secção daquele departamento. Estão em causa denúncias de corrupção e tráfico de influências, mas a tensão com a Polícia Judiciária (PJ) no caso que visa Luís Filipe Menezes, o ex-autarca que foi próximo de Marco António Costa, levou a que a PJ fosse afastada da investigação.

O vice-presidente do PSD já manifestou, através do advogado, a intenção de ser ouvido, mas tal não deverá acontecer para já. O magistrado deverá primeiro ouvir o denunciante – ex-dirigente do PSD – para que este sustente as acusações que faz contra o vice do PSD. Antes disso, não deverá haver outras diligências para aprofundar as denúncias, que dão conta do enriquecimento do social-democrata desde o tempo em que era vereador na Câmara de Valongo.

Fontes contactadas pelo CM garantem, no entanto, que muito dificilmente a queixa terá provimento. As denúncias feitas pelo empresário são genéricas e não estão sustentadas em situações concretas. O também ex-secretário de Estado Marco António Costa só deverá ser ouvido no final da investigação.


pub

pub