Sub-categorias

Notícia

Problemas com licenciaturas fazem cair mais dois assessores do Governo

Mais duas saídas do Executivo após polémica com currículos.
30.11.16
Problemas com licenciaturas fazem cair mais dois assessores do Governo
Mais dois integrantes do Governo saem do mesmo devido a polémicas com o seu currículo Foto Pedro Catarino
Depois de dois assessores do Governo terem abandonado o executivo por situações similares, eis que mais duas pessoas saem de ministérios devido a polémicas com o seu currículo.

Desta feita, dois assessores governamentais saíram, um da ministra do Mar e outra do Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Os casos surgem depois de o governo, escaldado com dois casos polémicos, ter feito uma cuidadosa análise aos currículos de todos os colaboradores, para despistar se existem falsidades ou incongruências.

De acordo com o Observador, apurou-se que a licenciatura da assessora de imprensa de Pedro Nuno Santos, Carla Fernandes, é falsa. Esta acabou por sair do Governo por sua própria iniciativa.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De sword30.11.16
    mas em quem mais acreditar?? <br/>eu, quando concorri aonde trabalho, tive de entregar toda a documentação exigida atempadamente, sob pena de ficar excluído por falta de entrega de documentos. <br/>estes, têm tempo suficiente e quem lhes faça a papa toda, e é o que se vê!!!!!!!!!!
1 Comentário
  • De sword30.11.16
    mas em quem mais acreditar??
    eu, quando concorri aonde trabalho, tive de entregar toda a documentação exigida atempadamente, sob pena de ficar excluído por falta de entrega de documentos.
    estes, têm tempo suficiente e quem lhes faça a papa toda, e é o que se vê!!!!!!!!!!
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Política

Política

Governo muda tectos no IRS

Governo muda tectos no IRS

Desdobramento do imposto pago pelas famílias pode provocar distorções e, por isso, o Executivo vai alterar valores máximos.

pub