PCP quer novo aumento das pensões e salário mínimo em 2019

Comunistas pedem uma subida de dez euros em janeiro e no salário mínimo para os 650 euros.
Por Marta Rodrigues e Diana Ramos|09.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O PCP anunciou esta quarta-feira que quer "assegurar um novo aumento mínimo de 10 euros a todas as pensões com efeitos a 1 de janeiro próximo".

Jorge Cordeiro, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP, revelou ontem que o dossiê voltará à mesa das negociações com o Governo no Orçamento do Estado, como aconteceu nos anos anteriores, tratando-se de uma "ação e iniciativa a que o PCP procurará dar continuidade em 2019".

Desta vez, os comunistas vão bater-se por um novo aumento extraordinário no valor mínimo de dez euros a todas as pensões, com efeitos a partir do dia 1 de janeiro e não a partir de agosto, como sucedeu no ano passado e agora. O objetivo do partido, frisou, é "ir mais longe na reposição de rendimentos do que aquele que resultaria do mero descongelamento da atualização anual como o Governo minoritário do PS e o BE defendiam".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!