Presidente diz que portugueses "têm direito saber o que se passou" em Pedrógão

Marcelo não quis comentar a notícia de que o MP responsabiliza a Proteção Civil pelas mortes.
Por Lusa|08.09.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Presidente da República afirmou este sábado que os portugueses "têm direito a saber a verdade do que se passou em Pedrógão Grande", escusando-se a comentar "processos isolados", quando questionado sobre a investigação aos incêndios de junho de 2017.

"Os processos estão a decorrer. Isso significa que os portugueses têm direito a saber o que se passou, como têm direito a saber o que se passou em termos da reconstrução das habitações na área ardida", disse Marcelo Rebelo de Sousa, em Vila Nova de Cerveira, no Alto Minho.

O Ministério Público culpa a Proteção Civil pelas 66 mortes ocorridas no incêndio de Pedrógão Grande, cujo "combate ao fogo falhou e foi responsável pelo desfecho trágico", noticia este sábado o semanário Expresso, avançando que a "acusação está por dias".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!