Presidente pediu lista de votos contra do PSD

Chefe de Estado quis garantias de que os votos dos deputados social-democratas não aprovariam as quatro propostas.
Por Diogo Torres|03.06.18
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pediu que fossem contados os votos do PSD antes da votação dos quatro projetos de lei relativos à despenalização da eutanásia, para ter garantias de que a morte medicamente assistida não seria aprovada na Assembleia da República, na passada terça-feira.

Ao que o CM apurou, Marcelo Rebelo de Sousa terá feito contactos de bastidores com elementos do PSD, que não incluíram o presidente do partido, Rui Rio, nos dias que antecederam a votação das propostas que foram apresentadas pelo Partido Socialista, Bloco de Esquerda, Partido Ecologista Os Verdes e PAN.

A intervenção discreta do Presidente da República aconteceu depois de Rui Rio ter dito que, se fosse deputado, votaria a favor da despenalização da eutanásia, tendo dado liberdade de voto aos parlamentares sociais-democratas. Ainda antes da votação, já Marcelo Rebelo de Sousa tinha a lista dos deputados do PSD que votariam a favor e dos que votariam contra as quatro propostas de lei.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!