Sub-categorias

Notícia

Santana Lopes diz que se for líder do PSD não haverá discordância com Governo

Antigo presidente da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa diz que existirá concordância numas situações e alternativa noutras.
Por Lusa|12.11.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Pedro Santana Lopes disse no sábado, em Coimbra, que com ele à frente do PSD "não haverá discordância com o Governo todos os dias" e que existirá concordância numas situações e alternativa noutras.

"Comigo como líder do partido não haverá discordância todos os dias. Haverá concordância no que deve haver e alternativa naquilo em que ela deve ser levada a cabo", afirmou Pedro Santana Lopes, que falava aos jornalistas, depois de ter feito uma intervenção e participado num debate no Conselho Nacional da Juventude Social Democrata (JSD), que decorreu no sábado em Coimbra.

Além do anterior presidente da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, também esteve no encontro o outro candidato à presidência do PSD, Rui Rio, igualmente convidado a participar num debate, fechado à comunicação social e numa intervenção aberta aos jornalistas.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub