Sub-categorias

Notícia

Cafés passam a fechar às 22h00 na Amadora

Aprovação do horário visa reduzir o número de queixas por causa do ruído.
Por João Saramago|16.02.17
A partir das 22h00, restaurantes, cafés, pastelarias, snack-bares, gelatarias e casas de chá no concelho da Amadora têm de estar encerrados. O código regulamentar adotado pela autarquia procura dar resposta aos "bastantes problemas referentes à falta de tranquilidade", que os serviços municipais recebiam, com a consequente "apresentação de queixas, nomeadamente em zonas de habitação", divulgou o gabinete de comunicação da autarquia.

O documento abre, contudo, a possibilidade de os comerciantes poderem estender o horário "até ao máximo de 3 horas após as 22 horas". "Mediante pedido do proprietário, a câmara analisa caso a caso e, desta forma, concede alargamento do horário a estabelecimentos que não tenham historial de queixas e que sejam cumpridores" com os encargos assumidos, acrescentou a mesma fonte.

Embora o código tenha sido aprovado em julho último, e publicado no Boletim Municipal, muitos comerciantes afirmam desconhecer que o horário definido foi das 7h00 às 22h00. É o caso de Jerónimo Doutor, do café Doutor, que diz fechar às 20h30, mas que há cafés "que entendem fechar mais tarde".

Também para Laurinda Corgas, proprietária do restaurante O Beirão, a medida é uma surpresa. "Nunca tinha ouvido falar em tal norma. Fecho habitualmente às dez da noite, mas na primavera e verão, justifica-se fechar à meia-noite. Há pessoas que querem uma cerveja ou um café", conta.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Filipe Santos18.02.17
    "Queixinhas" de lisboetas (não amadorenses, quase certo) que querem que a Amadora seja o seu dormitório privado, "viver" na Amadora é que não, e os vassalos de lisboa camarários ajudam a destruir negócios e lazer, nesta terra que mal se ouve um pio, porque aqui se dorme, para acordar fresquinho para
3 Comentários
  • De Filipe Santos18.02.17
    E que zonas são essas? Moro há 39 anos na Amadora e quem me dera ouvir barulho a partir das 22... Isto é uma cidade morta, se calhar é por isso, alguém a tossir deve-se ouvir num raio de 50 kms.
    Responder
     
     0
    !
  • De Filipe Santos18.02.17
    servir a capital. Excelentes instalações de teatro sem atividade, ruas vazias às 20 horas, campo a ganhar musgo, clubes e associações a fechar, salas de concertos também sem atividades... Quarta cidade com maior população, querem café às 22 horas? Apanhem comboio para Lisboa...
    Responder
     
     0
    !
  • De Filipe Santos18.02.17
    "Queixinhas" de lisboetas (não amadorenses, quase certo) que querem que a Amadora seja o seu dormitório privado, "viver" na Amadora é que não, e os vassalos de lisboa camarários ajudam a destruir negócios e lazer, nesta terra que mal se ouve um pio, porque aqui se dorme, para acordar fresquinho para
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Cidades

pub