Câmara de Lisboa quer acabar com refeições escolares em recipientes de plástico

Estas são as que têm "maior rejeição" pelos alunos.
Por Lusa|03.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A Câmara Municipal de Lisboa quer acabar, no próximo ano letivo, com as refeições escolares servidas em cuvetes, anunciou esta terça-feira o vereador da Educação, Ricardo Robles, apontando que estas são as que têm "maior rejeição" pelos alunos.

O vereador da Educação e Direitos Sociais, Ricardo Robles (BE - que integra o executivo após um acordo de governação da cidade firmado com o PS), prestou esta informação durante a sessão plenária de hoje da Assembleia Municipal de Lisboa (AML).

Em declarações à agência Lusa à margem da reunião, Robles explicou que existem escolas onde se recorre ao "sistema unidose", com "refeições preparadas antecipadamente em unidades industriais dias antes e que depois são aquecidas para ser servidas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!